Mostra VerCiência 2017 - Introdução
VerCiência, VerMatemática!

Há 23 anos começamos a percorrer uma estrada que não tínhamos a menor ideia de onde ia dar. Nosso objetivo desde o início: promover e incentivar a disseminação da cultura científica pela TV, no país das novelas, do samba e do futebol.

No começo dessa jornada vimos nascer a internet e novas formas de acesso ao conhecimento e de comunicação audiovisual que nem os mais criativos autores de ficção científica do passado previram.

Quem poderia imaginar, por exemplo, em 1994, ano da primeira Mostra VerCiência, o que viriam a se tornar o Google, o Youtube, a Wikipedia, as redes sociais, os smartphones e uma infinidade de aplicativos que se incorporariam ao nosso dia-a-dia?

O que pouca gente sabe é que tudo isso que transformou nossas vidas e veio facilitar nosso acesso ao conhecimento e à cultura, assim como a própria televisão, é consequência de muita pesquisa científica e, particularmente, da Matemática. Sem os algoritmos, por exemplo, não existiria o Google. Quer saber o que são algoritmos? Pergunte ao Google ou à Wikipédia! E a explicação virá num piscar de olhos.

Como diz o lema da 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - SNCT 2017, da qual VerCiência é um dos principais eventos, “A Matemática está em Tudo!”. E está em tudo mesmo! Em toda parte, em praticamente tudo que fazemos ou gostaríamos de fazer.

Sem os avanços e o domínio da Matemática ainda estaríamos na pré-história e certamente nunca teríamos chegado à Lua. Da economia doméstica à economia do país, das estatísticas que nos ajudam a avaliar situações ao planejamento de ações individuais e coletivas, tudo, praticamente tudo, envolve Matemática.

A grande maioria dos programas de TV e vídeos que selecionamos para a Mostra deste ano ilustra a importância da Matemática na nossa vida. Os destaques são as produções da BBC (como “Os Algoritmos do Amor”), da WGBH (“O Grande Mistério da Matemática”) e os episódios da série “Isto é Matemática!”, da Sociedade Portuguesa de Matemática, que recebeu a Homenagem Especial/Prêmio VerCiência 2013. Entre as nacionais, são destaques os quadros de “Como Será?”, da TV Globo, a série “Ciência em Quadro”, do Canal Futura, os programas da TV Escola/ACERP, e produções das emissoras regionais, como o “Ciência sem Limites”, da TV Unesp. Vale a consulta ao Catálogo Virtual VerCiência 2017, para conhecer melhor a programação desta 23ª edição do Projeto.

A já tradicional Homenagem Especial / Premio VerCiência deste ano coube ao documentário “The Origami Code”, coprodução franco-alemã escrita, dirigida e editada pelo videomaker francês François-Xavier Vives. Traduzido e legendado por VerCiência com o título "Origami: a Geometria da Vida", o documentário, de 52 minutos, explora o universo da ancestral tradição japonesa das dobraduras de papel que está no centro de uma nova revolução matemática, científica e tecnológica.

Imprescindível e prestigioso registrar aqui nossa parceria de longa data com o Museu de Astronomia e Ciências Afins/MAST e com a Coordenação de Popularização e Divulgação da Ciência, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que coordena em todo o país a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Igualmente indispensável e prazeroso tem sido o interface com as instituições parceiras e anfitriãs da Mostra em todo o país, entre as quais o Museu do Amanhã, o Museu da Vida/Fiocruz e a Casa da Ciência, no Rio; o Catavento Cultural e o Museu de Zoologia da USP, em São Paulo; o Planetário e a Casa de Cultura da América Latina, em Brasília; o Espaço Ciência de Pernambuco; a Ilha da Ciência, no Maranhão; os museus de ciência do Vale do Cariri, no Ceará; o Instituto de Pesquisas da Amazônia; e os muitos centros de divulgação científica universitários, afiliados da Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência/ABCMC.

Com vocês, a Mostra VerCiência 2017, Ano 23 – A Matemática Está em Tudo!. Que seja desfrutada com gosto = ou > que o nosso, em sua realização!

Sergio Brandão e Jose Renato Monteiro
Curadores do Projeto VerCiência

Outubro de 2017
A secular arte japonesa dos ORIGAMIS (dobraduras em papel) está no centro de uma nova revolução científica e tecnológica, com aplicações desde a medicina à tecnologia aeroespacial.
A secular arte japonesa dos ORIGAMIS (dobraduras em papel) está no centro de uma nova revolução científica e tecnológica, com aplicações desde a medicina à tecnologia aeroespacial.
Como algoritmos matemáticos estão ajudando cada vez mais as pessoas encontrarem seus pares ideais
Como algoritmos matemáticos estão ajudando cada vez mais as pessoas encontrarem seus pares ideais
Como e por que a Matemática consegue explicar, prever e traduzir o Universo? Esse é o grande mistério que intriga os cientistas desde a antiguidade.
Como e por que a Matemática consegue explicar, prever e traduzir o Universo? Esse é o grande mistério que intriga os cientistas desde a antiguidade.

VerCiência 2018 - 24ª Mostra Internacional de Ciência na TV - de 15 a 21 de outubro
.
Realização: Mediatech Emprendimentos Educacionais / VideoCiência Produções
Todos os direitos reservados © 2010 - Site: SGP