Cada um à sua maneira, os dois ganhadores do Prêmio VerCiência 2019 têm em comum a busca incessante de uma linguagem eficiente para despertar a curiosidade e o interesse do grande público pela ciência, pela tecnologia e pela inovação.

No ar há 5 anos, o "Como Será?" deu continuidade aos 30 anos do Globo Ciência, programa pioneiro na disseminação da cultura científica na TV brasileira.

El Cazador de Cerebros (O Caçador de Cérebros), transmitido desde 2016 pelo Canal 2 da TVE (a emissora pública de TV da Espanha) investe em assuntos instigantes e entrevistas com mentes brilhantes, principalmente cientistas importantes, para manter a audiência da série.

A premiação será no dia 2 de novembro, às 14:30h, na Sessão Especial VerCiência 25 Anos, no auditório do Museu do Amanhã, no Rio. A Sessão será aberta ao público. Mais detalhes em breve.

Maurício Yared, 49 anos, é o diretor do Como Será? desde sua estreia. Jornalista e cineasta trabalhou em diversas emissoras de TV até se estabelecer na Rede Globo em 1992. Iniciou sua carreira na Globo na afiliada em Curitiba, onde nasceu. Em 1997 mudou-se para o Rio de Janeiro onde passou por todos os telejornais da Globonews e realizou inúmeros documentários. Em 2002, nos Estúdios Globo, trabalhou no Linha Direta, Linha Direta Justiça, Linha Direta Mistério e na linha de shows de final de ano. Em 2008, voltou para o jornalismo para criar o Globo Universidade. Em 2011 implantou o Globo Cidadania, que tinha como proposta unir em uma mesma grade de programação o Globo Ciência, Globo Ecologia, Globo Educação, Ação e o próprio Globo Universidade. Finalmente, em 2014, estreou o “Como Será?”, uma revista eletrônica para curtir e compartilhar boas ideias e experiências relacionadas a Inovação Científica, Sustentabilidade, Educação, Ação Social, Cidadania e Qualidade de Vida.
.
Pere Estupinyà, diretor e apresentador do El Cazador de Cerebros, é escritor e comunicador de ciência. Nascido em Tortosa, Espanha, em 1974, é formado em Química e Bioquímica e deixou o doutorado em Genética para dedicar-se exclusivamente à divulgação científica. Sua carreira como divulgador começou no programa TVE NETWORKS, onde foi roteirista e editor científico por 4 temporadas. Naquela época, ele começou a escrever sobre ciência nos principais meios de comunicação espanhóis, obtendo acesso à prestigiosa bolsa de estudos MIT Knight Science Journalism Fellowship, no Massachussetts Institute of Technology, em Boston, que lhe permitiu passar um ano acadêmico acessando livremente os laboratórios do MIT e Harvard, e "absorvendo" as mentes de alguns dos cientistas pioneiros na série. Lá, ele desenvolveu seu alter ego The Brain Thief (O Ladrão de Cérebros), que deu origem ao bem-sucedido blog “Notícias Científicas” no El País, depois ao livro “The Brain Thief” (Debate 2010) e atualmente ao novo programa de divulgação científica da TVE "O Caçador de Cérebros", que ele dirige e apresenta com paixão contagiante.
.


.
.
Realização: Mediatech Emprendimentos Educacionais / VideoCiência Produções
Todos os direitos reservados © 2010 - Site: SGP